Televisão

  • Apresentação

    A região Sudoeste da Bahia, rica em costumes, tradições, belezas naturais e culturais, possuindo um grande potencial turístico e de uma das agriculturas mais fortes do Estado. Região que projetou nomes como o do grande educador Anísio Teixeira; do cancioneiro Elomar Figueira; do pai do cinema novo, Glauber Rocha e dos compositores e cantores Moraes Moreira e Gilberto Gil.

    Vêm se constituindo como um importante centro empreendedor, tendo importância estratégica para o desenvolvimento do interior da Bahia. Sua localização privilegiada, seu clima, solo, população e infra-estrutura viária fazem com que o Sudoeste Baiano seja um vetor de atração de investimento em todas as áreas econômicas.

    Vitória da Conquista, terceira maior cidade da Bahia, com uma população estimada em mais 300.000 (trezentos) mil habitantes, é o centro econômico pólo dessa região. Em crescente desenvolvimento, possui setores como saúde, comércio, indústria, construção civil e agronegócio. Outras cidades da região também se destacam no cenário baiano: Jequié, Guanambi, Itapetinga, Caetité; Rio de Contas e outras cidades da Chapada Diamantina com o turismo.

    Neste cenário está a TV Sudoeste, integrante da Rede Bahia de Televisão, que leva o sinal da Rede Globo a 89 municípios do Sudoeste baiano, sendo líder indiscutível em toda a sua área de cobertura atingindo mais de 2 milhões de pessoas. A emissora acredita e investe no desenvolvimento da região, instituindo e apoiando iniciativas diversas que vêm impulsionando ao longo dos anos a economia dos principais municípios. Nas áreas culturais e sociais, a TV Sudoeste fomenta uma série de projetos que contribuem para o resgate dos valores da comunidade, bem como dignifica e redescobre as manifestações culturais, os costumes e a tradição do seu povo.

  • Marcos

    Em 1990 ampliou sua potência de transmissão de 250 Watts para 1500 Watts melhorando a cobertura na cidade de Vitória da Conquista.

    Em 1994 substituiu todas as máquinas da produção jornalística padrão Umatic-SONY pelas máquinas SuperVHS-JVC representando mais agilidade operacional para o jornalismo;

    Em 1998 implantou a 1ª ilha de edição não linear na produção comercial;

    Em 1998 implantou a Unidade Móvel de Externa levando o jornalismo para as ruas com entradas ao Vivo diariamente. Culminou com uma entrada Ao Vivo do helicóptero da PRF durante a Miconquista de 2003.

    Em 1999 substituiu o sistema irradiante de Vitória da Conquista: de painel de dipolos passamos para Superturnstile, aumentando em 4 vezes a potência do sinal distribuído;

    Em 1999 substituiu todas as máquinas da produção jornalística pelo padrão Betacam-SONY – o melhor padrão analógico para a época.

    Em 1999 substituiu o sistema de exibição de comerciais que utilizava máquinas de videotape pelo sistema informatizado da AVID representando melhoria na qualidade de sinal e principalmente na confiabilidade.

    Em 2002 implantou a rota digital de distribuição de sinais. O sinal gerado em Vitória da Conquista passou a chegar com a mesma qualidade nas cidades da região de abrangência.

    Em 2002 ampliou a região de cobertura passando de 47 municípios para 59 municípios com investimentos em transmissores mais potentes.

    Em 2002 passamos a utilizar tecnologia de fibra ótica em transmissão de áudio e vídeo através da ligação estúdio-transmissor. Outros serviços a exemplo do link de externas e rádio VHF foram melhorados permitindo entradas Ao Vivo de todas zona urbana da cidade, bem como da zona rural.

    Em 2004 implantou no-break em toda área de equipamentos essenciais (exceto iluminação de estúdio) garantindo mais de 90% do tempo de programação com continuidade no fornecimento de energia. Graças a este projeto, passou-se pelo período crítico do “apagão” sem qualquer prejuízo comercial que poderia ser causado pelas entradas e saídas do motor gerador.

    Em 2005 fomos a primeira emissora da Rede a utilizar a internet como meio de contribuição para mateiral jornalístico. Neste mesmo ano o Projeto Comercial São João de Jequié foi viabilizado graças a Transmissão de flashes pré-gravados pela internet.

    Em 2006 implantou novo transmissor analógico de 5 kW alimentado por no-break aumentando a qualidade do sinal em Vitória da Conquista, bem como, a confiabilidade através do no-break.

    Em 2007 iniciou-se a substituição gradativa de todos os retransmissores analógicos da região de cobertura priorizando as cidades com equipamento mais antigo, melhorando a qualidade de sinal na região de cobertura.

    Em 2010 ampliou a região de cobertura passando de 59 para 68 municípios através das cidades da microrregião de Ipiaú.

    Em 2011 implantou o sistema de edição não-linear em todas as ilhas de jornalismo. A fita de videotape foi aposentada passando-se a utilizar cartões de memória nas novas câmeras com tecnologia HD.

    Em 2012 implantou a distribuição de sinal via satélite ampliando a região de cobertura de 68 para 89 municípios, melhorando a confiabilidade e qualidade de sinal visto que as antigas estações repetidoras UHF foram eliminadas no caminho até o telespectador das cidades da região de cobertura.

  • Contato

    GERÊNCIA EXECUTIVA
    Cauto Freitas
    E-MAIL: cauto.freitas@redebahia.com.br

    COORDENAÇÃO COMERCIAL
    Carolina Farjado
    E-MAIL: carolina.farjado@redebahia.com.br

    CHEFE DE REDAÇÃO
    Eduardo Lins
    E-MAIL: eduardo.lins@redebahia.com.br

    COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA
    Marlon Pamponet
    E-MAIL: marlon.pamponet@redebahia.com.br

    COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVO
    Ronildo Teixeira
    E-MAIL: ronildo.teixeira@redebahia.com.br